Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
EN PT

 Descrição da Unidade

A Escola de Ciências da Universidade do Minho (ECUM) é uma Unidade Orgânica de Ensino e Investigação implantada nos campi de Gualtar e Azurém, onde desenvolve as suas atividades de ensino, de investigação e de interação com a sociedade.

As subunidades orgânicas da ECUM, 5 Departamentos e 6 Centros de Investigação, estruturam-se nas áreas científicas de Biologia, Geologia, Física, Matemática e Química, assegurando 11 cursos de licenciatura, 14 de mestrado e 11 de doutoramento.

A qualidade de ensino e investigação perseguida pela ECUM é suportada por 182 docentes com o grau de doutor, 12 investigadores contratados e ainda por 40 trabalhadores não docentes e não investigadores, com formação específica nas suas áreas de atuação, dos quais cerca de 60% desenvolve trabalho especializado na vertente laboratorial.

O conhecimento sólido associado a um espírito inovador conjugam-se para que a ECUM cumpra continuamente a sua missão: investigar, ensinar e divulgar ciência.


Ensino
No ano letivo 2018/19, registaram-se 480 inscrições de estudantes em cursos de 1º ciclo e 209 em 2º ciclo. Os cursos de 3º ciclo contam com um total de 76 estudantes.

Relativamente ao acesso aos cursos de Licenciatura, foram disponibilizadas 442 vagas no Concurso Nacional de Acesso (CNA) ao Ensino Superior para o ano letivo 2018/2019. No total foram colocados 480 alunos pelos contingentes geral, especiais e concursos especiais. 

Houve 2119 estudantes de licenciatura a frequentarem UCs lecionadas pela ECUM, uma percentagem dos quais pertencem a cursos de outras UOEI.

A comparação com anos anteriores mostra que o número total de estudantes inscritos em C2 não tem sofrido alterações significativas nos últimos anos. Em 2018/19, à exceção dos Mestrados em Matemática, Ecologia e Química Medicinal, todos estiveram acima do numerus clausus mínimo para funcionarem. O Mestrado em Técnicas de Caracterização e Análise Química e o Mestrado em Optometria Avançada, resultado do número de candidatos seriados muito superior ao numerus clausus, solicitaram 8 e 4 vagas supranumerárias, respetivamente.

Relativamente aos cursos C3, é de salientar as parcerias existentes com outras instituições universitárias, nomeadamente, o Programa Doutoral em Cadeias de Produção Agrícola - da Mesa ao Campo, em parceria com as Universidades de Aveiro e do Porto, o Programa Doutoral em Ciência, Tecnologia e Gestão do Mar, em parceria com as Universidades de Aveiro e Trás-os-Montes e Alto Douro, o Programa Doutoral em Física, em parceria com as Universidades de Aveiro e do Porto, o Programa de Doutoramento em Matemática Aplicada, em parceria com as Universidades de Aveiro e do Porto, e o Programa Doutoral em Química em parceria com as Universidades de Trás-os-Montes e Alto Douro, de Santiago de Compostela e de Vigo. Em 2018 foram atribuídas várias bolsas de doutoramento no âmbito de programas doutorais financiados ou no âmbito de concursos de bolsas FCT individuais.

Em 2018 destaca-se a conclusão de 170 dissertações de mestrado e 16 teses de doutoramento. 

A ECUM disponibiliza ainda 6 cursos de Formação a Distância: Terapia Visual, Contactologia Avançada e Superfície Ocular, Técnicas Complementares de Exame e Patologia Ocular, Geoparques, Validação de Métodos Analíticos e Controlo de Qualidade, Prevalência, progressão e controlo da miopia.


Investigação
A ECUM integra as seguintes subunidades orgânicas de investigação: Centro de Biologia Funcional de Plantas (CBFP), Centro de Biologia Molecular e Ambiental (CBMA), Centro de Ciências da Terra (CCT), Centro de Física (CF), Centro de Matemática (CMAT) e Centro de Química (CQ). Integra também um polo do Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP).

O CBMA, o CMAT e o CQ são unidades de I&D da FCT, sendo que a unidade CMAT tem um polo na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. O CF, em conjunto com o Centro de Física da Universidade do Porto, constituem o CF-UM-UP, unidade de I&D da FCT. O CBFP constitui um polo do Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (BioISI) e o CCT é um polo do Instituto de Ciências da Terra (ICT).

Na avaliação FCT 2017/2018, estas unidades obtiveram as seguintes classificações: CBMA (Muito Bom), CMAT (Muito Bom), CQ (Bom), CF-UM-UP (Muito Bom), BioISI (Bom), ICT (Muito Bom), LIP (Excelente).

A ECUM está também envolvida em dois projetos estruturantes de investigação: o IBS, dedicado aos problemas da bio-sustentabilidade, assente no CBMA, e o QuantaLab, dedicado à exploração de materiais quânticos e tecnologias quânticas, assente no CF.​


Interação com a Sociedade
A estratégia da ECUM inclui a comunicação, promoção e projeção da Escola nas suas principais valências. A extensão à comunidade inclui a articulação do conhecimento científico e tecnológico e o desenvolvimento de aplicações, ao serviço do tecido económico-produtivo, assim como de outras entidades da administração pública.

Relativamente a iniciativas dirigidas ao grande público, destacou-se, em 2018, a publicação de mais de 220 notícias na comunicação social com referência à ECUM; as ações na “Noite Europeia dos Investigadores”, que tiveram a participação de mais de 1200 visitantes; a organização da eliminatória regional de Braga do FameLab 2018; e a participação no Open Weekend da UMinho, um programa “portas abertas”, que pretendeu mostrar a Universidade nas suas dinâmicas naturais aos alunos dos ensinos básico e secundário e seus familiares, professores e orientadores vocacionais. A promoção da ciência e da ECUM junto da comunidade educativa pré-universitária adquiriu grande destaque, nomeadamente com a participação na 5ª dição do programa “Melhor aluno na UMinho” e na 11ª edição do “Verão no Campus”; a organização da 9ª edição das “Masterclasses Internacionais em Física de Partículas”; a 5ª edição da iniciativa “Férias com Ciência no Campus Júnior”; e a visita de mais de 1000 alunos à ECUM no âmbito do Programa de Visitas. 

Finalmente, importa ainda referir a organização pelas subunidades da ECUM de inúmeras palestras, workshops, ações de formação contínua acreditada, exposições e outras atividades, envolvendo escolas, museus, bibliotecas e outras instituições.