Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
EN PT

 Centros de Investigação

As atividades de investigação da Escola de Ciências estão organizadas em Centros de Investigação, subunidades orgânicas com órgãos de gestão e regulamento próprios, com coordenação global do Conselho Científico da Escola. ​
Alguns destes Centros são polos de Unidades de I&D no âmbito do Programa Plurianual de Financiamento da FCT e que envolvem Centros de outras instituições nacionais.​


 Centro de Biologia Funcional de Plantas

CBFP.jpgO Centro de Biologia Funcional de Plantas (CBFP) tem como principais missões: i) a promoção da investigação na área de Biologia Funcional de Plantas, e ii) a promoção de atividades de ensino avançado na mesma área. Especificamente, os interesses de investigação incluem: a) na área da Biologia do Desenvolvimento, o estudo de vias regulatórias gênicas que controlam o desenvolvimento floral; b) na área da Biologia do Stresse, o estudo de genes e vias responsáveis pela tolerância ao stresse biótico e abiótico; c) o estudo de interações planta-micróbio e sua contribuição para aumentar a produtividade de culturas e sustentabilidade de florestas. Esses objetivos científicos contribuem para o desenvolvimento de um programa de pesquisa coerente na área de biologia vegetal e biotecnologia, contribuindo ainda para o estudo da capacidade adaptativa das plantas aos novos desafios impostos pelas alterações climáticas. ​O CBFP é um pólo do Instituto de Biosistemas & Ciências Integrativas – BioISI (Unidade de I&D da FCT).
Mais informações em http://bioisi.pt/  

 

 Centro de Biologia Molecular e Ambiental

ciênciasuminhoA missão do Centro de Biologia Molecular e Ambiental (CBMA) é desenvolver investigação de excelência e promover a formação avançada em Ciências Biológicas contribuindo, em simultâneo, para a literacia científica e para a transferência do conhecimento para a sociedade ao nível nacional e internacional. A estratégia do CBMA para 2018-22 baseia-se em três pilares, Investigação, Formação avançada e Sociedade, que estão ancorados na sua missão e alinhados com a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidades. O pilar Investigação envolve dois objectivos: i) Desenvolver ferramentas de monitorização e gestão ambiental para proteger a biodiversidade e os serviços dos ecossistemas e ii) Desenvolver produtos e processos de base biológica para minimizar o impacto ambiental e que contribuam para a bioeconomia. O CBMA é uma Unidade de I&D da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

Mais informações em http://cbma.uminho.pt​


 Centro de Ciências da Terra

ciênciasuminhoO Centro de Ciências da Terra (CCT) tem como principais objetivos: i) contribuir para o desenvolvimento da investigação científica e para a realização da política científica nacional nos domínios das Ciências da Terra; ii) desenvolver programas e projetos de investigação científica; iii) colaborar em atividades de formação especializada, pós-graduada e de formação contínua; iv) promover a divulgação do conhecimento científico junto dos estudantes dos diversos graus de ensino e do público em geral.  Os membros do CCT desenvolvem atividade, fundamentalmente, nas áreas de monitorização ambiental, dinâmica da litosfera e geoconservação. O CCT é um polo do Instituto de Ciências da Terra (ICT)  (Unidade de I&D da FCT).
Mais informações em http://www.icterra.pt/
 ​

 Centro de Física

ciênciasuminhoA missão do Centro de Física  é desenvolver investigação de nível internacional em Física Fundamental e em Física Aplicada, em particular em áreas de interface com as outras Ciências, como por exemplo a Biologia, a Medicina e a Química. O Centro está também fortemente empenhado no desenvolvimento de aplicações industriais dos resultados da sua investigação, em cursos de pós-graduação e na divulgação científica. Em traços muito gerais, o Centro de Física desenvolve a sua investigação no âmbito de quatro áreas da Física e da Ciência de Materiais:
1) Física da Matéria Condensada (investigação experimental, teórica e computacional);
2) Física Molecular e Biofísica (investigação experimental e computacional);
3) Nanomateriais: Produção, Física e Aplicações (investigação experimental e computacional);
4) Óptica e Ciências da Visão (investigação experimental e computacional).
O Centro de Física da Universidade do Minho e o Centro de Física da Universidade do Porto constituem, em conjunto, o CF-UM-UP (Unidade de I&D da FCT). 
Mais informações em http://www.cf-um-up.pt/  

 

 Centro de Matemática

ciênciasuminho
O Centro de Matemática (CMAT) tem por missão desenvolver e promover a atividade científica em diversas áreas da Matemática fundamental e aplicada, pretendendo estimular as aplicações da Matemática a outras disciplinas e contribuir para o desenvolvimento regional e nacional. O CMAT tem colaborações sólidas nacionais e internacionais com outros centros de Matemática de universidades prestigiadas e com diversas unidades de investigação principalmente nas áreas de Ciências de Computação, Física, Engenharia, Saúde e Ciências Ambientais, fortalecendo a transferência de conhecimento com os serviços e a indústria e a interação com a sociedade. O CMAT está fortemente envolvido em estudos de graduação e pós-graduação e desenvolve também atividades de divulgação orientadas para jovens estudantes, professores do ensino básico e secundário e público em geral. O CMAT é uma Unidade de I&D da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e tem um Polo na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.
Mais informações em http://www.cmat.uminho.pt/


 Centro de Química

ciênciasuminhoNo Centro de Química da Universidade do Minho (CQ-UM), a investigação em curso está essencialmente dirigida ao desenho, preparação e caraterização de novos candidatos a fármacos, e na preparação e modificação de novas moléculas precursoras de materiais com propriedades relevantes para as soluções tecnológicas do futuro. O desenvolvimento de nanomateriais para transporte controlado de fármacos ou para aplicações tecnológicas específicas é uma outra área de investigação que tem envolvido membros do CQUM. A preocupação com aspetos ambientais e de sustentabilidade tem reforçado o desenvolvimento de métodos ecológicos e de preparação de materiais menos agressivos para o ambiente e de técnicas analíticas para controlo de poluentes. A maior parte destes trabalhos envolve áreas científicas complementares e decorre em colaboração com investigadores nacionais e estrangeiros, refletindo que a investigação atual é desenvolvida na interface da química com áreas como a biologia e a medicina, física, matemática, ciência de materiais e nano-ciências/tecnologia. O CQ-UM é uma Unidade de I&D da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).
Mais informações em http://www.cq.uminho.pt/ 

 

 LIP-Minho

ciênciasuminhoO Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas  (LIP) é a instituição de referência  para a física experimental de partículas em Portugal. Desde 2010, existe na Escola de Ciências da Universidade do Minho um polo do LIP cujos investigadores desenvolvem a sua atividade científica nas seguintes áreas: i) Física de Partículas com Aceleradores, em que se destaca a participação na experiência ATLAS e os estudos fenomenológicos associados às medidas de precisão do quark top e do bosão de Higgs, bem como a pesquisa de novos fenómenos de Física, não previstos pelo Modelo Padrão;  ii) Astropartículas;  iii) Computação Avançada.
Uma missão do LIP-Minho é também a da divulgação científica.
Mais informações em http://minho.lip.pt/